“Valuation não é apenas métodos e números. Um bom valuation tem sempre uma história embutida nele. O equilíbrio entre história e números muda à medida que a empresa passa de jovem para madura. Todo número em uma avaliação tem uma história por trás dele e toda história sobre uma empresa precisa ter um número anexado a ela.”

Aswath Damodaran

A Rumo Negócios tem a experiência de ter realizado centenas de trabalhos de Valuation para as mais diversas finalidades. Temos orgulho da nossa capacidade de ouvir nossos clientes, entender suas necessidades e ajudá-los com soluções sob medida, para as mais complexas situações.

Métodos mais utilizados

O Fluxo de Caixa Descontado (FCD) é um dos métodos mais utilizados para avaliação de empresas. É uma metodologia amplamente aceita pelo mercado de F&A, uma vez que analisa a capacidade da empresa de geração de riqueza no futuro.

Para calcular o valor da empresa pelo FCD o primeiro passo é analisar o histórico de faturamento da empresa, posteriormente se realiza a projeção das receitas e dos custos para um período determinado – considerando neste cálculo os valores quantitativos como por exemplo a necessidade de investimentos em maquinários e os fatores qualitativos, como por exemplo a carteira diversificada de clientes.

Realizadas as análises financeiras da empresa, é aplicado então a taxa de desconto – que varia de acordo com o setor, segmento de atuação e momento de mercado – a taxa de desconto é utilizada para trazer ao presente valores que só seriam obtidos no futuro, proporcionando uma visão mais clara do fluxo de caixa livre da empresa.

MÚLTIPLOS

A avaliação de empresa pela metodologia dos múltiplos é bastante utilizada no mercado de Bolsa de Valores (empresas de capital aberto). É baseada na comparação de negócios comparáveis, ou seja, empresas que comercializam produtos similares, que atendam os mesmos tipos de clientes e possuam características equivalentes de governança.

No entanto, para empresas da faixa do Low-Middle Market, a utilização desta metodologia não é tão simples, isso porque, os níveis de governança não são facilmente comparáveis, além disso, existe uma grande dificuldade no rastreamento das negociações realizadas fora do ambiente da bolsa, tornando esta metodologia apenas um referencial.

CONTÁBIL

Utiliza como base o valor do Patrimônio Líquido (PL) no Balanço Patrimonial.

Método pouco utilizado no Brasil.

LÍQUIDAÇÃO

Calcula-se os Bens menos os Direitos.

(+) Imobilizados
(+) Direitos
(-) Deveres

Não considera marcas e clientes.

MERCADO

É o valor da empresa de capital aberto com base no valor das ações no mercado financeiro.

Preço das ações (x) número de ações.

Brand Valuation é a avaliação de marca – é o processo usado para calcular o valor do nome ou das marcas de uma empresa. Historicamente, a maior parte do valor de uma empresa era atribuído apenas aos ativos tangíveis, como propriedades, frota, estoque, máquinas e equipamentos. Nos últimos anos houve uma grande mudança neste conceito e, em muitos casos, a maior parte do valor de uma empresa pode estar concentrada nos ativos intangíveis, como o nome ou a(s) marca(s).

O valor da marca já era reconhecido desde do início do século passado, quando nos Estados Unidos John Stuart, então presidente da Quaker disse: “Se esse negócio fosse dividido, eu lhe daria a terra, os tijolos e a argamassa, pegaria o nome e as marcas e ficaria melhor do que você”.

No entanto, técnicas para quantificar o valor da marca se tornaram mais sofisticadas por volta dos anos 80´s com o advento de softwares como o Excel. As avaliações da marca chegaram ao mercado financeiro quando foram apresentadas para defender Rank Hovis McDougall (RHM), empresa inglesa do segmento de alimentos, de uma aquisição hostil da Goodman Fielder Wattie (GFW) da Australia.

Desde 1988, os métodos de avaliação de marca foram aprimorados e consolidados, em parte graças à sua aceitação em 2005 pelas normas do International Financial Reporting Standards (IFRS). Foi quando o IFRS afirmou pela primeira vez que marcas e outros ativos intangíveis adquiridos podem ser relatados no balanço de uma empresa.

As marcas são avaliadas por vários motivos diferentes, como disputas judiciais, planejamento estratégico, comunicação, gestão de negócios, titularização de marcas e Fusões e Aquisições (F&A). As metodologias de avaliação de marca seguem diretrizes específicas e os mesmos princípios de outras metodologias de avaliação usadas para avaliar os ativos tangíveis – abordagem de receita econômica, abordagem de mercado e abordagem de custo.

A aplicação dos modelos de avaliação de marca requer conhecimento e experiência especializados.

Trata-se da avaliação patrimonial de empreendimentos ou complexos industriais através da aplicação de metodologia específica em concordância com a NBR 14653-5 e realizada normalmente por Engenheiros avaliadores e peritos que atuam na área de avaliações. Aborda as principais atividades correlacionadas a Avaliação de Máquinas, Equipamentos e Complexos Industriais, correlação com a adoção dos pronunciamentos e das normativas contábeis para as avaliações, vidas úteis e econômicas, assim como o emprego dos conceitos de depreciações de máquinas e equipamentos. Este tipo de avaliação tem grande aplicação nas avaliações patrimoniais para seguros e garantias.

Principais finalidades da Avaliação de Bens:

  • Alienação;
  • Fusão, Cisão, Incorporação (F&A);
  • Leilão;
  • Garantia e Penhora;
  • Seguro;
  • Balanço Patrimonial;
  • Reavaliação de Ativos Imobilizados;
  • Desapropriação;
  • Comércio Exterior;
  • Impairment Tests.

Aplicação

No trabalho de reestruturação ou reorganização societária, que pode contemplar vários processos:

  1. transformação – quando uma empresa deixa de ser uma LTDA e passa a ser uma S.A;
  2. incorporação – quando uma ou mais empresas são absorvidas por uma terceira e nesse caso, as empresas absorvidas deixam de existir e passam a atuar somente por uma única pessoa jurídica;
  3. fusão – caracterizada pela união de duas ou mais empresas para formar uma nova empresa;
  4. cisão – quando uma empresa transfere parcela do seu capital social para uma ou mais empresas e estas absorvem todos os direitos e obrigações relacionadas no ato da cisão.

Na reestruturação de Planos de Negócios, por exemplo, com o objetivo de obtenção de empréstimos e financiamentos junto a instituições bancárias ou bancos de desenvolvimento.

Na formação de Joint-Ventures ou construção de parcerias estratégicas para criação de novas soluções e aumento de parcela de mercado.

Na valoração de uma empresa que ainda está em fase de projeto, por exemplo startups.

Como ferramenta de gestão – no alinhamento dos objetivos de toda a equipe na geração de valor para o negócio.

Além de estimar o valor de venda de uma empresa, o procedimento de avaliação é frequentemente usado também para resolver disputas relacionadas a dissolução societária, doações, partilhas, litígios de divórcios e alocação de preço de compra de negócios entre ativos empresariais.

Avalie sua empresa

Preencha o formulário e um de nossos especialistas entrará em contato para entender a sua necessidade.

Imagem real by Rumo Negócios®





    Ao clicar no botão enviar você aceita a Política de Privacidade e os Termos e Condições

    Tem alguma dúvida?

    Veja as perguntas mais frequentes sobre serviço de Valuation. Caso tenha ficado com alguma dúvida, entre em contato conosco, teremos o prazer em conversar com você.

    Como é calculado o valor de uma Empresa?

    Existem vários métodos para se calcular o valor de uma empresa e cada método tem as suas particularidades e limitações, que podem resultar inclusive, em valores totalmente diferentes entre eles. A escolha do melhor método é uma atribuição importante no especialista em Fusões & Aquisições. Somente um especialista em Fusões & Aquisições poderá através da sua experiência indicar o melhor método, de acordo com as características da sua empresa: ramos de atividade, porte, estrutura dos ativos, entre outras.

    Existem vários métodos para se calcular o valor de uma empresa.

    Patrimonial contábil – baseado na quantificação dos ativos dos registros contábeis da empresa.

    Método do Fluxo de Caixa Descontado – baseado na análise da base histórica e projeções dos fluxos de caixas futuro (projetados) da empresa, trazidos à valor presente mediante a aplicação de uma taxa de desconto adequada, normalmente calculada por especialistas em fusões e aquisições.

    Método dos Múltiplos Comparáveis de Mercado – baseando na comparação de transações com empresas semelhantes no mercado. Normalmente adota-se múltiplos de Ebitda ou de Lucro Liquido.

    Método do Valor de Mercado – usado exclusivamente para avaliar empresas de capital aberto, consiste na multiplicação do valor da açõa pela quantidade de acões da empresa.

    Método de Liquidação – baseado no conceito de liquidação forçada onde um ativo ao ser vendido numa situação forçada sofre um desagil no mercado.

    Royalty Relief Method (RRM) – mede o valor da marca como o valor presente dos pagamentos de royalties futuros, assumindo que a marca é licenciada da empresa. Este método pode ser aplicado por exemplo para avaliação de rede de franquias.

    Segundo Aswath Damodaran que é conhecido como o “pai da avaliação de empresas”, ele diz que o “Valuation não é apenas métodos e números. Um bom Valuation tem sempre uma história embutida nele. O equilíbrio entre história e números muda à medida que a empresa passa de jovem para madura. Todo número em uma avaliação tem uma história por trás dele e toda história sobre uma empresa precisa ter um número anexado a ela.”

    Por isso o Valuation precisa ser feito por especialista em Fusões & Aquisições, pois somente ele tem essa capacidade de equacionar os números com a história por traz daqueles números e a capacidade da empresa de se manter e prosperar nos próximos anos.

    Nesses tantos anos de experiência fomos abordados inúmeras vezes por vendedores com “Avaliações” em mãos que não faziam nenhum sentido. Uma avaliação para ter validade num evento de negociação, precisa fazer sentido. E a aplicação pura e simples de fórmulas e números frios, não é o que compõe uma boa avaliação.

    Por isso, antes de contratar um trabalho de avaliação, certifique-se de que o profissional contratado tem realmente experiência no mercado de Fusões & Aquisições. Somente quem atua no segmento de Fusões e Aquisições tem essa sensibilidade mercadológica, tão importante para gerar a credibilidade e a aderência necessária para o sucesso no processo negocial.

    Qual a importância de avaliar minha Empresa?

    A avaliação de uma empresa, ou Valuation, pode ser utilizada tanto em processos negociais, de compra e venda de empresas, como uma ferramenta gerencial, já que que a partir das análises realizadas na elaboração do Valuation se torna possível identificar as áreas e as ações necessárias para aumentar os resultados e o valor da empresa.

    Em processos negociais a determinação do valor é o elemento fundamental para o sucesso da negociação. Muitas negociações deixam de ser bem-sucedidas justamente porque começam de maneira equivocada, seja por uma supervalorização irreal requerida pelo vendedor ou então por uma depreciação injusta imposta pelo comprador.

    Portanto, se o objetivo é aumentar os resultados operacionais e o valor da empresa, ou iniciar a prospecção de potenciais compradores e/ou investidores o Valuation é a ferramenta ideal.

    Os ativos devem ser considerados à parte ou não?

    A avaliação da empresa ou valuation pela metodologia de Fluxo de Caixa Descontado – FCD é um método para avaliar a riqueza econômica de uma empresa, dimensionada pelos benefícios de caixa a serem agregados no futuro e descontados por uma taxa de atratividade que reflete o custo de oportunidade dos provedores de capital.

    O principal fator para determinar o valor de uma empresa pelo fluxo de caixa descontado é a geração de caixa futuro, ou seja, a capacidade que a empresa possui de elevar seu resultado.

    Dessa forma, os ativos da empresa responsáveis por seu funcionamento estão considerados nas projeções de caixa, uma vez que sem estes ativos a empresa não teria capacidade de geração de caixa e consequentemente valor aos acionistas e/ou sócios.

    Como precificar os ativos intangíveis e marca da minha Empresa?

    Da mesma forma que os ativos tangíveis os intangíveis como marca, domínios fórmulas, patentes, entre outros também fazem parte das projeções financeiras.

    Como exemplo, podemos destacar o valor da marca, este é entendido como sua capacidade de gerar prêmio de preço nos produtos e serviços perante a concorrência, portanto para que a marca se mantenha visível no mercado são necessários investimentos, os quais são considerados nas projeções para a elaboração do valuation.

    Em algumas situações específicas é possível sim avaliar apenas a marca. Este tipo de avaliação é chamado de Brand Valuation ou Royalty Relief Method e trata-se de casos específicos onde o valor da marca é calculado pelo valor presente dos pagamentos de royalties futuros.

    Antes de contratar um trabalho de avaliação, certifique-se de que o profissional contratado tem realmente experiência no mercado de Fusões & Aquisições. Somente quem atua no segmento de Fusões e Aquisições tem essa sensibilidade mercadológica, tão importante para gerar a credibilidade e a aderência necessária para o sucesso no processo de avaliação e no processo negocial da sua empresa.