Cada vez mais, empresários e administradores tem recorrido ao trabalho de Valuation ou Avaliação de Empresas para entender melhor o próprio negócio.

Além disso, é importante para o empresário estar sempre preparado diante de uma eventual situação de abordagem. Quanto vale a sua empresa?

Quando bem executado, o trabalho de Valuation permite fornecer uma referência de valor confiável para transação, além de uma visão bastante abrangente sobre o negócio como um todo. Muitos atribuem a isso um trabalho árduo e revelador, pois analisa desde o comportamento histórico, até estratégia que sustentará as projeções da empresa nos próximos anos – um verdadeiro exercício 360º.

Como utilizar o Valuation

O Valuation pode ser usado tanto para uma transação parcial como integral do negócio. Contudo, muitas empresas têm usado também o Valuation como ferramenta de gestão. A premissa disso é que, uma vez conhecidas as varáveis que agregam valor ao negócio, o empresário tem a oportunidade de alinhar as metas de toda a equipe com aquilo que realmente agrega valor para a empresa. Em termos gerais, é fazer com que todos olhem para o mesmo ponto no alvo.

Por isso, ainda que não tenham um objetivo imediato de vender a empresa, muitos empresários têm buscado o trabalho de Valuation e mantendo-os sempre atualizados.

Como elaborar o Valuation

O trabalho de Valuation é um trabalho técnico e conceitual e precisa ser desenvolvido por profissionais capacitados, com amplo conhecimento em finanças e do mercado de fusões e aquisições (F&A).

Apesar de existirem modelos automatizados, alguns até disponíveis na internet, contratar um profissional especializado é a melhor maneira para dar credibilidade ao trabalho, principalmente porque cada negócio tem as suas particularidades e o trabalho deve contemplar os mínimos detalhes, senão, ficará difícil defendê-lo.

Outro fato muito importante, é a sensibilidade mercadológica do avaliador. O avaliador profissional, sobretudo do mercado de fusões e aquisições (F&A), tem conhecimento prático e experiência para complementar o trabalho de tal forma que transmite maior segurança para o investidor sobre a empresa avaliada. E isso é um ponto fundamental para gerar aderência na negociação.

Conhecer bem o próprio negócio e as bases de formação de valor é um diferencial que pode colocar o empresário diante de boas oportunidades de negócios.