Regulamentado pela Instrução CVM – Comissão de Valores Mobiliários nº 494 de 20 de abril de 2011 e suas alterações, o Clube de Investimento é um condomínio aberto constituído por no mínimo 3 (três) e no máximo 50 (cinquenta) pessoas naturais, para aplicação de recursos em títulos e valores mobiliários.

A estrutura dos Clubes de Investimentos

Com uma estrutura mais leve, porém revestida de toda a segurança para os cotistas, o Clube de Investimento visa ser um veículo mais adequado para o investidor que deseja iniciar seus investimentos no mercado de renda variável – entenda-se aqui: ações de companhias listadas na Bolsa de Valores B3 e títulos de Renda Fixa disponíveis no mercado financeiro. Neste veículo o investidor poderá contar com a gestão profissionalizada dos seus recursos sem ter que incorrer em custos mais elevados de outros instrumentos similares.

Desta forma, o Clube de Investimento pode ser considerado como uma “porta de entrada” para investimentos em ações. Outra grande vantagem destes clubes é a proximidade dos investidores com os gestores e o acompanhamento pari passu da estratégia de investimentos e seus resultados.

A regulação dos Clubes de Investimentos

Além das normatizações institucionais que regem este instrumento “CVM”, o Clube se desenvolve em consonância stricto sensu com o seu estatuto, o qual determina todas as diretrizes a serem obedecidas para a segurança de todos os stakeholders e principalmente dos investidores “cotistas”.

Dentre as regulamentações do estatuto destacamos: Qualificação do Administrador; Qualificação do Gestor; Prazo de Duração, se determinado ou indeterminado; Política de Investimento a ser adotada; Os Ativos que podem compor o Patrimônio do Fundo e os Requisitos para sua Diversificação, Taxas de Administração, de Performance, Tributação e demais custos para a sua manutenção e Política de Voto.

Como fazer parte de um Clube de Investimentos

Nós aqui na Rumo Negócios, sempre atentos e preocupados em levar para os nossos clientes as melhores opções do mercado, estamos na fase final da estruturação do nosso Clube de Investimentos o qual estará operativo em breve.

Tomamos esta iniciativa tendo por base a nossa consolidada experiência de vários anos na prestação de serviços de valuation e com muito sucesso na fase de negociações das empresas (M&A) Fusões e Aquisições nos tornando profundos conhecedores destas analises as quais decidimos compartilhar com nossos clientes em busca de novas opções de investimentos e boa rentabilidade.

Por: Carlos Escudero Garcia