O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES anunciou a criação de uma linha de crédito voltada para as micro, pequenas e médias empresas.

O objetivo do BNDES com esta nova linha é principalmente a geração de empregos, uma vez que as pequenas e médias empresas são responsáveis por mais de 50% das carteiras assinadas em nosso país. Além disso, o banco busca ampliar as concessões de crédito para os pequenos empresários que atualmente encontram dificuldades para obter crédito fora de sua instituição financeira.

“Vamos atender quem tem mais dificuldades de obter crédito. Queremos dar mais competitividade ao segmento que mais gera emprego, que é o que o Brasil mais precisa”, declarou o presidente do BNDES Joaquim Levy.

A expectativa do banco é que a demanda pelos empréstimos chegue a R$ 1 bilhão e se a busca pelo crédito for maior, o BNDES disponibilizará mais capital.

“Estamos deixando de investir nas grandes para ter mais recursos para esse tipo de atividade. Se a demanda chegar a R$ 3 bilhões ou R$ 4 bilhões, melhor ainda”, disse Levy.

No Estado do Paraná, com o objetivo de expandir a atividade empresarial e gerar mais empregos o governador determinou que a Fomento Paraná ofereça aos empresários paranaenses esta nova linha, apresentando as facilidades e benefícios para contratar.

A nova linha terá limite de crédito máximo de R$ 500 mil por cliente a cada ano, com prazo máximo de até 60 meses para pagamento e carência que pode chegar a 12 meses. O BNDES estima que a taxa de juros, na maior parte dos casos, fique em 1,45% ao mês.

Fonte: PEGN