A recente melhora na economia após a abertura de diversos segmentos tem refletido positivamente nas pequenas e médias indústrias. Essa melhora foi confirmada pela pesquisa divulgada no dia 11/11/2020 pela Confederação Nacional da Industria (CNI), que mede o índice de desempenho das pequenas indústrias. Segundo a pesquisa, as pequenas e médias indústrias encerraram o terceiro trimestre no melhor nível desde 2012, ando que se iniciaram as pesquisas.

O indicador que mede o desempenho dessas empresas fechou terceiro trimestre de 2020 em 52,3 pontos, uma alta expressiva quando comparado aos 41,3 pontos registrados no trimestre anterior. Somente para efeito de comparação, em abril de 2020 esse mesmo índice fechou em 27,1 pontos. Portanto esse sentimento de melhora na economia é sólido e as expectativas para 2021 são também promissoras.

Além do desempenho a pesquisa também mediu a melhora nas informações financeiras das pequenas e médias empresas. De acordo com o CNI o índice de situação financeira dessas empresas alcançou 41,9 pontos no terceiro trimestre. Esse indicador está no melhor nível desde 2013.

Dificuldades enfrentadas pelas pequenas e médias indústrias

Além das melhoras nos índices de desempenho das pequenas e médias indústrias a pesquisa também analisou os principais problemas enfrentados pelos empresários e gestores dessas empresas.

O encarecimento do dólar, que acabou refletindo no aumento dos preços no atacado, a escassez de matérias-primas e embalagens foram as principais reclamações dos empresários, que agora enfrentam dificuldades em entregar os pedidos em prazos razoáveis, impactando em suas operações.

Segundo os empresários o alto custo dos insumos tem sido a principal preocupação dos empresários nesse terceiro trimestre. Outro ponto que também se destacou foi o alto custo da energia que por conta da retomada tem pesado nas finanças das indústrias.

Confiança de que a economia continuará aquecida

Apesar da aceleração no terceiro trimestre a confiança dos pequenos e médios empresários de indústrias oscilou levemente para baixo em outubro. Segundo os resultados da pesquisa o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) o mês passado fechou em 59,5 pontos, um leve recuo de 0,2 pontos. Ainda que tenha havido uma pequena queda a CNI considera que índices acima de 50 pontos indicam boas perspectivas de confiança para os próximos meses.

O índice de perspectiva que mede as expectativas em relação a economia fechou outubro em 52,4 pontos, um recuo de 0,6 pontos. Apesar da queda, os empresários de pequenas e médias indústrias se mantem otimistas na economia para os próximos períodos.

O mercado de Fusões & Aquisições para as pequenas e médias indústrias

A melhora econômica registrada no último trimestre e a confiança do mercado em se manter os atuais níveis econômicos vêm aquecendo o mercado de Fusões e Aquisições. Diversos grupos vem buscado alternativas de investimento em vários segmentos e este momento pode ser oportuno para pequenas e médias industrias se prepararem para uma possível entrada no mercado de Fusões e Aquisições.

Fonte: Exame.com